logo

Infra = Código

Não, você não está no blog errado.
Não, eu não mudei de área.
Continuo trabalhando com qualidade e desenvolvimento de software.

Só que esse papo de que testador precisa ou não precisa automatizar já chegou no limite do suportável.

É sempre a mesma chatice: Os entusiastas (estou nesse grupo) defendendo que é necessário aprender a programar para profissionais de teste se manterem relevantes no mercado, a turma do "deixa disso" dizendo "veja bem".. depende da situação... mimimi... e o bonde do t-rex dizendo que uma coisa é ser automatizador de teste, outra coisa é ser analista de teste e outra coisa é ser testador.

...

Estou farto. Não adianta apontar tendências no modelo de desenvolvimento de software.... As pessoas simplesmente não querem olhar pra frente e descobrir que o que ela faz não é mais relevante e que ela precisa evoluir.

A cada dia sai um framework de DESENVOLVIMENTO ou de TESTE e que por incrível que pareça não é usado pelos profissionais de teste.

Não adianta colocar mais esse tema em "mesa redonda" em eventos, café com testadores, hangout.. vai ser sempre aquele embate que INFELIZMENTE não leva a lugar nenhum.

Talvez profissionais de teste que entraram recentemente no mercado ainda possam ser salvos.. mas o bonde do t-rex ainda é muito influente.

Bom.. e por que do título que até agora não tem nada a ver com o post?

Na empresa que trabalho atualmente, conversando com pessoal de infra (sysadmins), fiquei sabendo que em todos os eventos de infra que eles estão indo (que não são poucos), os profissionais referência na área apontam que não adianta mais saber instalar um apache, subir um iptables, configurar um firewall ou um load balancer. Existe tutorial para isso na internet.

O que eles apontam é que o cenário atual dos sysadmins é baseado em código, é baseado em automação de tarefas.
Como trabalhar como sysadmin se você não consegue nem automatizar uma parte do seu trabalho, sem conhecer shellscript?

Ora pois testadores de software trabalham com qualidade de software e não conseguem escrever uma linha para ajudar nos seus testes, seja para mockar um retorno externo, seja para automatizar algumas tarefas simples, seja para entender um stacktrace de erro.

Hoje você tem serviços de cloud como a amazon e digitalocean, que disponibilizam API's que sobem maquinas em questão de segundos, todas padronizadas de acordo com seu script PUPPET ou CHEF... tudo automatizado.

Um sys-admin, além de todos os conhecimentos necessários para profissão, agora também precisa saber desenvolver...

Quem diria que aquele cara que fez redes na faculdade, teria que hoje saber codar em ruby para fazer suas receitas em puppet/chef e a galera de teste se achando oprimida porque algumas pessoas da comunidade estão falando pra elas que ela precisa aprender a programar...

Eu não participei de nenhum hangout, não participei do café com testes, não participei de nenhuma mesa redonda sobre o assunto, mas o resultado final não muda.

aaaa nas sysadmin que trampa codificando é devops.

Você já ouviu falar do termo especialista generalista?
Onde esteve esse tempo todo?

Todas as profissões estão agregando funções que não faziam antes, deal with it

Desde o músico independente que produz, equaliza, faz a arte para seu álbum, passando pelo cara que tem sua loja e começa a vender online com seu próprio ecommerce, ao profissional de marketing que começa a programar em HTML e CSS para suas peças.

Mas no final das contas eu quero que vc seja feliz.
Para trabalhar com desenvolvimento de software você precisa codar e se isso não é pra você, por que você não trabalha em algo que você realmente gosta.

Thanks to @gabriel_kope pela "inspiração" do post!

comments powered by Disqus